Reportagens em Debate

por Ana Claudia Recchia

Sombras de Medéia

As condições atuais da sociedade grega ilustram uma problemática a muito tempo existente: o sacrifício do público pelo privado. Um fato expressivo dessa problemática é o recente envolvimento de funcionários do governo grego, como Christoforos Sardelis e Spyros Papanicolaou, chefes do escritório de gestão da dívida grega, o primeiro de 1999 a 2004 e o último até este ano, com o banco norte-americano Goldman Sachs em ações de fraudes financeiras na Grécia, que contribuíram para a atual crise do país. Os interesses privados prevaleceram e a sociedade precisou arcar com duras consequências, a exemplo do ocorrido com Dimitris Christoulas, um aposentado pensionista grego que cometeu suicidou alegando a usurpação pelo governo da sua capacidade de sobrevivência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(cidadão grego em protesto)

 

Carta Maior, 09/03/2012 por Eduardo Febbro.

“Como o Goldman Sachs ajudou a quebrar a Grécia”

O Goldman Sachs encheu seus cofres com 600 milhões de euros quando ajudou a Grécia a maquiar suas contas a fim de que este país preenchesse os requisitos para ingressar na zona do euro, a moeda única europeia. O resultado da operação foi uma gigantesca fraude que fez do suposto salvador, no caso o Goldman Sachs, o operador da derrocada da Grécia e de boa parte da Europa. Mario Draghi, atual presidente do BC Europeu, na época, era vice-presidente do Goldman Sachs para a Europa.

Continua:

http://cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=19731

 

BBC News, 05/04/2012.

“Tributes in Greece to pensioner who killed himself”

People stood silently around the tree on Syntagma Square, outside parliament, where Dimitris Christoulas, 77, killed himself on Wednesday morning.In a note he left at the scene, he said the cuts had wiped out the pension he had earned.Clashes between protesters and riot police followed his death.Syntagma has been the scene of massive protests and angry clashes over the austerity measures Greece has been forced to implement in return for huge international loans.Cases of suicide and depression are reported to have increased in Greece, which formerly had the lowest suicide rate in Europe.

Continua:

http://www.bbc.co.uk/news/world-europe-17627838

Anúncios

Uma resposta para “Reportagens em Debate

  1. a matéria é excelente porque mostra de forma clara que a questão vai muito além da Grécia. trata-se na verdade de uma rede de poder que continua funcionando. “O porta estandarte da oligarquia financeira operou protegido por sólidas cumplicidades no seio das instituições bancárias europeias e dentro do poder político, que fez tudo o que esteve ao seu alcance para impedir as investigações”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s