O PAC e o crack

Em longa reportagem, Yan Boechat relata a ligação entre o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e o consumo de crack em Roraima.

O repórter mostra que os gastos bilionários do governo nas obras de infraestrutura naquele estado colaboraram para o surgimento de cracolândias em Porto Velho. O maior número de trabalhadores naquela região atraiu traficantes ofertando entorpecentes. Apesar de cerca de 10% da mão-de-obra da usina hidrelétrica de Jirau estar viciada em crack, os programas de saúde para essa população são ainda bastante tímidos.

Leia a reportagem: http://economia.ig.com.br/na-esteira-do-pac-o-crack-toma-conta-de-vilarejo-as-margens-do-r/n1597651377933.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s